» » » Internautas organizam protesto contra auxílio-moradia de R$ 4.377 de deputados

Um evento criado neste domingo no Facebook tenta mobilizar a população de Belo Horizonte para um manifesto contra o auxílio-moradia dos deputados estaduais de Minas Gerais. O benefício, que voltou a vigorar em Minas no começo deste ano, passou de R$ 2.850 para R$ 4.377,73.

O evento foi criado neste domingo. “Sinceramente, até quando vamos aguentar isso?”, diz uma frase do post de convocação. O protesto está sendo convocado para o dia 24 de maio, um domingo, na Praça da Liberdade. “Dia 24 Praça da Liberdade - Belo Horizonte, vamos mostrar indignação a todos esses políticos que acham que estão acima do povo”, convoca.

O perfil Mario Augusto, responsável pelo evento, ressalta que o protesto não tem ligação com nenhum partido político. "Não temos bandeira, a única bandeira que vamos permitir é a verde e a amarela”, escreveu.

Igualdade

O reajuste foi aprovado neste mês. Com isso, o valor dos parlamentares mineiros passou a ser igual ao montante recebido pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Os R$ 4.377,73 correspondem a quase seis salários mínimos.

Na oportunidade, a Mesa Diretora aprovou também o reajuste automático. Ou seja, os aumentos vão acompanhar as mudanças nos valores aprovados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Procuradoria Geral da República. O auxílio-moradia para os deputados de Minas vale mesmo se o parlamentar possuir casa própria.

A norma aprovada também garantiu benefícios aos deputados licenciados por ocupar cargos de secretários de estado. A partir de agora, eles voltam a ter direito aos R$ 20 mil da verba indenizatória e as diárias de viagens custeadas pelo Legislativo, que podem chegar mensalmente a R$ 10.563,84.

Portal Itatiaia

Postador Leonardo Moreira

Seja Bem-vindo ao meu blog. Deixe abaixo os seus comentários. Obrigado por sua visita e volte sempre!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

1 comentários: