» » Nova unidade de acolhimento para pessoas em situação de rua é inaugurada na capital

No sábado (25), a Prefeitura inaugurou a Unidade de Acolhimento Institucional Fábio Alves dos Santos, destinada a atender homens adultos em processo de saída das ruas. 

A unidade, localizada na Avenida Nossa Senhora de Fátima, 3.076, no Carlos Prates, foi construída com recursos do Orçamento Participativo. 

O investimento de R$ 2,14 milhões do Tesouro Municipal cobriu a desapropriação do terreno, a elaboração do projeto e a construção. Com vagas para 44 pessoas, a casa oferece moradia, alimentação e atendimento socioassistencial aos usuários. O tempo de permanência na unidade é de 18 meses, podendo ser reavaliado e prorrogado em função do plano individual de atendimento (PIA) de cada um.

O prédio tem projeto específico para a finalidade a que é destinado, respeitando as normas da ABNT de acessibilidade e segurança, sendo já considerado modelo no país. No primeiro piso, estão localizadas a administração e a sala de atendimento técnico, lavanderia, cozinha, refeitório, sala multiuso, instalações sanitárias de funcionários e usuários, e um dormitório. No segundo, há seis dormitórios, vestiários, instalações sanitárias e mais uma sala multiuso.

Na ocasião, o prefeito Marcio Lacerda frisou a relevância dos profissionais que contribuem para dar oportunidade de autodeterminação aos moradores da unidade e que se empenham para retirar outras pessoas da rua. “Nós conseguimos a cada ano retirar das ruas, definitivamente, de 200 a 250 pessoas e isso é reflexo de um bom trabalho desempenhado por diversas pessoas do setor público e da sociedade”, contou.

A inserção na unidade se dá exclusivamente a partir de encaminhamento do Serviço Especializado em Abordagem Social/Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), do Centro de Referência Especializado da Assistência Social para População em Situação de Rua (Centro POP para adultos), unidades de acolhimento institucional para adultos e famílias, órgãos do Sistema de Defesa de Direitos e demais parceiros da SMAAS para atendimento da população em situação de rua.

Para o coordenador do Movimento Nacional da População de Rua, Samuel Rodrigues, a infraestrutura da unidade é a melhor do país. “A casa possui uma qualidade na infraestrutura que nunca vi antes, além da alegria no acolhimento e o comprometimento de várias pessoas que conseguiram construir esse local”, enfatizou.

O serviço da Unidade é executado pela entidade Providência Nossa Senhora da Conceição, por meio de convênio com Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social (SMAAS), e desenvolvido em sistema de cogestão, no qual os usuários participam da execução de atividades rotineiras na unidade, compartilhando responsabilidades com a equipe de trabalho. Esse sistema favorece a obtenção gradual de autonomia e independência pelos moradores e a construção progressiva da inclusão social e comunitária.

O nome da unidade de acolhimento foi escolhido por meio de um concurso organizado por representantes do Fórum da População em Situação de Rua e da SMAAS. O resultado definiu a homenagem ao advogado, educador popular e militante na defesa dos direitos humanos Fábio Alves dos Santos, falecido em 2013.

PBH

Postador Leonardo Moreira

Seja Bem-vindo ao meu blog. Deixe abaixo os seus comentários. Obrigado por sua visita e volte sempre!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta