» » » Governo tenta contra-ataque ao projeto da maioridade

Governo federal vai apoiar penas mais severas para crimes graves de jovens infratores

Um dia depois de o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB­RJ), anunciar que pretende votar a redução da maioridade penal ainda neste mês, o governo da presidente Dilma Rousseff reagiu e anunciou a criação de um grupo trabalho para elaborar propostas que combatam a impunidade e aumentem as penas de adultos que usem adolescentes na prática de crimes.

Segundo o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva, as medidas serão traçadas pelo ministro José Eduardo Cardozo, da Justiça, e pela Casa Civil, chefiada pelo ministro Aloizio Mercadante. Segundo relatou uma fonte, na reunião de ontem, Dilma determinou que o Planalto arme uma contraofensiva para impedir a aprovação de uma emenda que passe a maioridade penal de 18 para 16 anos.

Após participar de reunião de coordenação política comandada por Dilma, Edinho declarou que a redução da maioridade penal não vai diminuir a criminalidade. “O governo respeita o poder Legislativo, mas todos sabem que o governo tem uma outra posição: ele não acredita que a redução da maioridade vai reduzir a criminalidade no país”, disse o ministro, destacando que nações que adotaram proposta semelhante não registraram diminuição de delitos.

Outra possibilidade estudada é apoiar projetos que proponham penas mais severas para jovens infratores que tenham praticado crimes graves. Com esses gestos, o Planalto tentaria armar uma frente para tentar barrar a redução da maioridade Penal no Plenário. “Temos de penalizar aqueles que se utilizam de adolescentes para práticas criminosas e investir muito na educação, na cultura, na educação complementar para diminuir o ambiente de criminalidade”, acrescentou Edinho Silva.

Além de dizer que colocará o tema em pauta, o presidente da Câmara usou sua conta no Twitter no domingo para anunciar também peemedebista também defendeu a realização de um referendo para a população se manifestar sobre a redução da maioridade penal.
Uma pesquisa encomendada pelo “Estado” e pela TV Globo, de setembro do ano passado, revelou que 83% dos brasileiros são favoráveis à alteração, contra 15% contrários.

com informações portal o tempo

Postador Leonardo Moreira

Seja Bem-vindo ao meu blog. Deixe abaixo os seus comentários. Obrigado por sua visita e volte sempre!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta