» » » PBH participa de ação voltada à população em situação de rua


A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria de Políticas Sociais, da Secretaria Adjunta de Assistência Social e da Secretaria de Saúde, participou da III Ação Cívico Social, promovida pela Polícia Militar de Minas Gerais, a partir da 6ª Cia da PMMG, iniciativa voltada ao atendimento de pessoas em situação de rua na capital mineira. 

O evento, que aconteceu no domingo, 22 de maio, das 8H às 14H, na Praça Rio Branco, teve como objetivos promover a cidadania e a inclusão social desse público, além de informar, atender e orientar os cidadãos no que se refere à garantia de direitos e as ofertas disponíveis aos moradores de rua, seja a partir da execução de ações pelo município, seja por entidades socioassistenciais ou religiosas.

Na oportunidade, técnicos do serviço de abordagem social distribuíram material informativo sobre as ofertas da secretaria de assistência social, destrinchando as unidades de acolhimento, suas especificações de capacidade, público atendido (feminino, masculino ou ambos) e formas de acesso. Além disso, o grupo de teatro da SMAAS, Cia de Arte Mobilização, também participou da ação, dando ludicidade ao evento. Quem passava pelo local teve a oportunidade de receber informações junto à Defensoria Pública, orientar-se sobre cuidados com a higiene bucal, cortar cabelo e fazer as unhas, receber doações de roupas e cobertores, assistir apresentações artísticas e se deliciar com uma feijoada na hora do almoço.

O Secretário Marcelo Mourão defendeu, na ocasião, que “a política para população de rua é uma das prioridades da PBH e que a iniciativa é uma excelente forma de verificar o atendimento em rede voltado a esse público na capital e fortalecermos a articulação entre poder público, entidades e cidadãos para melhorarmos as ofertas”. De acordo com o terceiro Censo da População em Situação de Rua de Belo Horizonte, a cidade tem 1.827 pessoas vivendo nessas condições e para atender esse público, o município dispõe de ofertas diurnas, nos Centros de Referência para População em Situação de Rua e por meio do Serviço Social de Abordagem nas Ruas, acolhimento em abrigos institucionais, atendimento socioassistencial em todos os serviços destinados a esse público pela assistência social, além de gratuidade para alimentação nos restaurantes populares da capital de segunda a sexta-feira.

João Gonçalves, 41 anos, natural de Itapetinga, na Bahia, veio para Belo Horizonte em busca de uma nova oportunidade de vida e, sem lugar para residir, acessa o abrigo São Paulo diariamente para acolhimento de pernoite junto à companheira, Meire dos Santos, 42 anos. “Saímos todos os dias cedo e vamos ao BH Resolve à procura de emprego. Esses eventos são muito bons e ajudam a gente, pois ficamos mais bem informados das ofertas e dos nossos direitos, mas meu desejo mesmo é conseguir sustentar minha família sozinho e sair dessa condição”, comentou o usuário durante o evento.

PBH

Postador Leonardo Moreira

Seja Bem-vindo ao meu blog. Deixe abaixo os seus comentários. Obrigado por sua visita e volte sempre!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta