» » » Kalil é pressionado por vereadores a revogar aumento de passagem de ônibus


A nova composição da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário da CMBH (Câmara Municipal de Belo Horizonte) se manifestou contrária ao aumento do preço das passagens de ônibus anunciada pela BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte) no ano passado. Para firmar esse posicionamento, os membros do colegiado assinaram nesta segunda-feira (6) requerimento pedindo pela revogação imediata da medida. O documento será encaminhado ao prefeito Alexandre Kalil (PHS).

Vice-presidente da comissão, o vereador Elvis Cortês (PSD) espera que o prefeito siga o exemplo da administração municipal de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, que decidiu, na semana passada, pela redução do preço das passagens para os antigos R$ 3,70 — valor praticado antes do aumento de 9% anunciado em dezembro.

Além de Cortês, assinaram o pedido o presidente da comissão, vereador Carlos Henrique (PMN), e os vereadores Jair Di Gregório (PP) e Wesley Autoescola (PHS).

CDL-BH
A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) também pediu pela revogação no aumento tarifário do transporte municipal ao prefeito Alexandre Kalil. A entidade apresentou um ofício ao chefe do Executivo em 19 de janeiro último.
Levantamento elaborado pela CDL-BH prevê um aumento de gasto mensal aos empresários da capital de R$ 15 milhões com vale transporte em decorrência do reajuste de 9% no valor das passagens de ônibus.

Assessoria de Comunicação com BHAZ

Postador Jair Di Gregório

Seja Bem-vindo ao meu blog. Deixe abaixo os seus comentários. Obrigado por sua visita e volte sempre!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta